Bolinho sem glúten e vegan

Bolinho de abobrinha, sem glúten, leite e ovos. Receita fácil e que as crianças adoram fazer e comer.

Panqueca

Massa versátil e fácil.

Cuscuz paulista

Uma receita original, sem glúten, sem leite e sem ovo.

Hambúrguer com legumes

Receita ideal para crianças que tem dificuldade de comer legumes.

Pão sem glúten e vegan

Pão sem glúten, leite e ovos. Receita super fácil!

Entender para fazer

Série de publicações que dão dicas de como receber bem alguém com restrições alimentares. Simples e fácil.

Você não tem cara de celíaco.

Mas será que celíaco tem cara?

30 de abr de 2013

Cartilha da ANVISA sobre cosméticos infantis

Maquiagem e crianças não combinam.
Crianças deveriam se vestir e agir como crianças, não como mini-adultos.
Mas essa é a minha opinião, e muita gente pensa diferente...
De qualquer forma, acredito que a cartilha da ANVISA possa ajudar e orientar a todos que precisam comprar produtos de higiene e cosméticos para os pequenos.
Clique para baixar

21 de abr de 2013

Dentistas podem auxiliar no diagnóstico da doença celíaca.

A doença celíaca afeta não somente o intestino, ela pode afetar diversas áreas do nosso corpo.
Muitos celíacos tem diversos problemas na boca e nos dentes, e não imaginam que estes problemas podem estar relacionados a doença celíaca.
Já li relatos de pessoas que só foram fazer pesquisa para doença celíaca após o dentista sugerir essa hipótese.
Dentistas bem informados e atualizados podem ajudar a identificar possíveis celíacos, principalmente em casos em que o paciente não apresenta sintomas clássicos. Ou melhor ainda, ajudam a diagnosticar MAIS CEDO esses pacientes.
Quando meu filho foi ao dentista, logo na primeira consulta informei que ele é celíaco, e embora o dentista não conhecesse a doença muito bem, ficou super interessado, me fez várias perguntas e me pediu que enviasse por e-mail tudo o que eu tinha sobre o assunto.
E quando voltamos, percebi que ele havia pesquisado e estava bem informado. Esse é um exemplo de um bom profissional, comprometido com o paciente.
Abaixo tem uma lista de links sobre o assunto e também um guia clínico para dentistas, disponibilizado pela Associação Canadense de Odontologia.
Boa leitura!


19 de abr de 2013

Cultive paciência


Eu já escrevi aqui no Quitanda sem glúten algumas dicas e sugestões para quem convive com pessoas com restrição alimentar, a série Entender para fazer.
Também já escrevi sobre empatia, qualidade muito importante para quem vive em sociedade.
Mas além da empatia, e muito bom cultivar paciência, principalmente se você tem restrição alimentar.
Muitos celíacos reclamam que encontram resistência e incredulidade na própria família. E a situação tende a ser pior quando o indivíduo é diagnosticado já adulto.
Ninguém acredita que aquela pessoa que comia e bebia de tudo, de repente não pode mais um monte de coisas, que tem que tomar cuidado com uma tal de contaminação cruzada, etc.
Enfim,  se para o celíaco é uma grande mudança, para a família e as pessoas mais próximas também. Não se esqueça disso!
E pior, eles não sabem o que é doença celíaca, nem o que é glúten. É muita informação.
Cabe a você explicar, informar e educar as pessoas com quem convive. E para fazer isso é preciso  conhecer bem a doença celíaca e ter muita paciência, empatia e determinação.
Empatia para perceber que até ontem você também não sabia nada disso, que existem inúmeras outras restrições que você também não conhece...
Paciência para explicar sobre a sua restrição alimentar, sobre como o seu cardápio mudou, por que é importante fazer isso ou aquilo, etc.
E por fim, determinação, pois mesmo que algumas pessoas não respeitem ou não acreditem na sua restrição alimentar, você precisa ser o exemplo, precisa mostrar o quanto se manter na dieta é importante para a sua saúde, e quanto isso é realmente importante PARA VOCÊ.
No início é difícil mesmo, mas com o tempo, as pessoas vão perceber que a mudança é real, que não é uma moda, nem uma invenção, e a maioria delas irão respeitar o seu estilo de vida.
Mas bom mesmo é quando você for surpreendido! Ver que um amigo passou a procurar nos rótulos a mensagem de contém ou não contém glúten é uma felicidade.

Para saber mais