Bolinho sem glúten e vegan

Bolinho de abobrinha, sem glúten, leite e ovos. Receita fácil e que as crianças adoram fazer e comer.

Panqueca

Massa versátil e fácil.

Cuscuz paulista

Uma receita original, sem glúten, sem leite e sem ovo.

Hambúrguer com legumes

Receita ideal para crianças que tem dificuldade de comer legumes.

Pão sem glúten e vegan

Pão sem glúten, leite e ovos. Receita super fácil!

Entender para fazer

Série de publicações que dão dicas de como receber bem alguém com restrições alimentares. Simples e fácil.

Você não tem cara de celíaco.

Mas será que celíaco tem cara?

22 de mar de 2016

Zootopia: "Mamãe, você reparou que só tinha ela de menina na polícia?"

Esse foi um dos comentários que meu filho de 8 anos fez logo após assistir Zootopia.
Confesso que fiquei feliz porque ele estava pensando sobre o que o filme propôs.
Zootopia é um filme da Disney que trata de maneira muito acertada questões como inclusão, segregação e também sobre os pré conceitos que carregamos.
Parece ser apenas mais uma animação da Disney, mas vai muito além...
O filme aproveita os estereótipos que cada animal representa para questionar os padrões que a sociedade exige de cada um de nós.
A estória é simples e maravilhosa, e sem dúvida bem verossímil e é quase impossível não se identificar com os personagens.
Qual a influência das expectativas e padrões da sociedade em nossa vida e em nossas decisões?
Apesar de ser uma questão complexa, Zootopia consegue propor essa reflexão de uma maneira muito simples e objetiva.
O legal é que não há lição de moral, as situações são apresentadas ao longo do desenho e a própria criança vai percebendo e questionando.
Alguns temas são tratados de forma explícita, porém leve e sem pieguices. Fica super fácil perceber os conflitos e até as crianças menores entendem.
Outros assuntos, como a questão de gênero, são tratados de maneira implícita, mas ainda assim as crianças conseguem perceber.
A heroína é bem humana,  imperfeita, comete erros e se engana, mas ela é otimista e acredita que é possível mudar. 
Aceitar as limitações (nossas e alheias) e valorizar as diferenças são  pontos fundamentais para viver em sociedade, e principalmente, para ser feliz.
E como um personagem do filme diz "Você acha que é só cantar Let it go e tudo vai se resolver num passe de mágica?! Isso aqui é vida real!" 


9 de mar de 2016

Campinas: 5ª Caminhada pela inclusão - 2016


No dia 20 de março acontecerá a 5ª Caminhada pela inclusão , promovida pelo CEESD, Centro de Educação Especial Síndrome de Down.

O objetivo da caminhada é reunir pessoas com Síndrome de Down, familiares, amigos e simpatizantes da causa para juntos divulgarem a importância da inclusão social.
Eu e minha família participamos pela primeira vez o ano passado e foi muito divertido. Foram 1,5 mil participantes!
Quem quiser adquirir a camiseta da caminhada e dessa forma também ajudar a arrecadação recursos para o CEESD, entre em contato com a Marta pelo WhatsApp (19) 98800-1747

Porque o blog apoia esse evento?
Essa é uma dúvida frequente, e a resposta é simples.
O Quitanda sem glúten tem entre os seus objetivos promover o respeito entre as pessoas e conscientizar da importância da inclusão social. Esses objetivos vão muito além dos celíacos, precisamos pensar em uma sociedade inclusiva para todos, independente das limitações e diferenças.
A informação é a melhor forma de acabar com o preconceito.