30 de out de 2012

Doença celíaca

O que é doença celíaca?

A doença celíaca é uma intolerância permanente ao glúten.
É uma doença auto-imune, genética e sem cura.
Existe uma variante da doença celíaca que é a dermatite herpetiforme, essa dermatite é uma manifestação especifica da doença celíaca na pele. Ela se apresenta na forma de pequenas bolhas, simétricas e que causam muita coceira e desconforto.
A doença celíaca pode se manifestar em qualquer fase da vida.
O único tratamento é a dieta sem glúten por toda vida.



O que é glúten?

É uma proteína presente no trigo, aveia, centeio, cevada e no malte.

Quais os principais sintomas?

Criança celíaca clássica
A diarreia ocorre em proporção significativa de pacientes, mostrando-se crônica, ou seja, durando mais de três ou quatro semanas. A doença pode permanecer com sintomas mínimos e ocasionais durante longos períodos da vida. Bem antes destas manifestações clínicas mais visíveis, as pessoas com intolerância ao glúten podem se queixar de várias dificuldades inespecíficas, por exemplo, desconforto abdominal, flatulência, aftas bucais e, paradoxalmente, constipação.
É interessante a observação de que sintomas da infância podem desaparecer na adolescência, para reaparecer na maturidade ou mesmo na velhice.

Qual é o tratamento?

O único tratamento é a dieta isenta de glúten por toda a vida. 
Quando a dieta não é seguida, mesmo sem sintomas, a mucosa (vilosidades) do intestino está sendo agredida.

Vilosidades normais Vilosidades danificadas


Quais são as principais complicações da doença celíaca?

O celíaco pode apresentar outras intolerâncias e ou alergias alimentares (leite, soja, etc), distensão abdominal, cólicas, náuseas e vômitos, anemia, baixa estatura, fraqueza geral, modificação do humor, dificuldade para dormir, alterações na pele, fraqueza das unhas, queda de pêlos, alterações do ciclo menstrual, diminuição da fertilidade ou infertilidade, diabetes, osteoporose, problemas de tireóide, câncer de intestino entre outros.

Como é feito o diagnóstico?

O diagnóstico da doença celíaca é feito através de exames laboratoriais, endoscopia e biópsia do intestino delgado.
Quando o paciente também apresenta dermatite, é realizada a biópsia das lesões da pele para verificar se é a dermatite herpetiforme.

Qual a maior dificuldade do tratamento?

É conviver com as restrições alimentares impostas pela dieta, com os novos hábitos alimentares e com o preconceito. Além disso, a contaminação cruzada é um fator de risco para os celíacos.

Para saber mais:
ACELBRA-MG
Rio sem glúten 

Comentários
1 Comentários

1 comentários:

Postar um comentário

Olá! Seus comentários serão muito bem-vindos.