22 de mai de 2016

Pastel de milho, vegan e sem glúten!


Dias atrás fomos no Festival do Japão em Vinhedo.
Foi um bom passeio, mas do Japão mesmo só as apresentações de dança, que foram muito lindas e interessantes.
As demais atrações estavam mais para uma feira divertida de bugigangas.
As barraquinhas de comida tinham de tudo: yakissoba, espetinho de churrasco, sanduíche de mortadela, sorvete, bolo, brigadeiro, mel, geleias, tapioca e pastel de milho.
Mas esse pastel de milho foi uma descoberta bem legal. Eu só conhecia o pastel de angu, que lembra um risóles de milho. O pastel de milho que vimos no festival era parecido com o pastel paulista, só que de milho.
Conversei com a senhora que fez os pastéis, e eles até seriam uma opção para nós, se ela não tivesse usado farinha de trigo para deixar os recheios cremosos...
Mas o legal é que ela me explicou a receita da massa, e ela é sem glúten!
Saí do festival planejando fazer o tal pastel.
O mais complicado foi achar a farinha de milho, não serve fubá, nem polenta...
Comprei flocão de milho, e a receita deu super certo!
Outras vantagens dessa massa de pastel é que ela é vegan, não é preciso ovos e leite. Não tem como não gostar desse pastel.
A massa não é difícil de trabalhar, mas precisa ser delicado.
Eu untei as mãos e até o rolo, assim a massa não fica grudando e fica bem fácil de cortar os pastéis.
Fiz os recheios com queijo da Super bom e com carne de caju.
Nas fotos os meus pastéis estão mais clarinhos porque meus filhos gostam deles assim, mas se você preferir eles mais dourados basta deixar um pouco mais fritando.
Fritei até as sobras de massa, os meninos chamaram de palitinhos. Perfeitos para petiscar!
Tente fazer, apesar de ser fritura, vale a pena!

Ingredientes

500g de farinha de milho (usei o flocão)
300g de polvilho azedo
2 col. chá de óleo 
2 col. chá de cachaça
4,5 xíc. de água fervente
2 col. chá de sal
óleo para fritar

Modo de fazer

Misture em uma vasilha a farinha de milho e o polvilho azedo. 
Coloque o sal e o óleo na água fervente.
Acrescente esse mistura na vasilha de farinha, ao poucos e vá  misturando.
Acrescente a cachaça.
A massa vai ficar parecendo uma polenta mais pesada.
Quando esfriar, sove a massa até que ela fique homogênea.
Faça pequenas bola com a massa e abra com um rolo.
Coloque o recheio que desejar, feche o pastel e frite em óleo quente.
Está pronto o seu pastel!


Comentários
4 Comentários

4 comentários:

Ola!!!
gostaria de saber em que momento acrescentamos a cachaça... Levamos ao fogo junto com a agua?
Não esta explicando na receita...
Obrigada!!!!

Oi, Karina!!
Obrigada. Realmente eu esqueci da cachaça.
Já corrigi lá na receita. Abraços!!

Obrigada, Janaina.
Eu fiz e ficou uma delicia!!!! :)

Que ótimo, Karina!! Fico muito feliz.
Da próxima vez tire uma foto e envie pra gente publicar.
Beijos!!

Postar um comentário

Olá! Seus comentários serão muito bem-vindos.